sábado, junho 25, 2011

Deixa que a vida te despenteie


Fazer amor, despenteia. Rir às gargalhadas, despenteia. Viajar, voar, correr, entrar no mar, despenteia. Tirar a roupa, despenteia. Beijar a pessoa que se ama, despenteia. Brincar, despenteia. Cantar até ficar sem ar, despenteia. Dançar até duvidar se foi boa ideia colocar aqueles saltos gigantes, deixa o cabelo irreconhecível. É a lei da vida: estará sempre mais despenteado quem decidir ir no primeiro carrinho da montanha russa do que aquele que decide não subir. Entrega-te. Come coisas boas. Beija. Abraça. Dança. Apaixona-te. Relaxa. Viaja. Salta. Adormece tarde. Acorda cedo. Corre. Voa. Canta. Acima de tudo, deixa que a vida te despenteie. O pior que pode acontecer é que, ao passares pelo espelho, precises de pentear-te outra vez.

1 comentário:

  1. sem soriso o mundo não teria encantos nem prazer.

    ResponderEliminar