quarta-feira, maio 25, 2011

Fiódor Dostoievski: Os demónios


"Era um daqueles seres russos idealistas que de repente ficam impressionados por uma ideia poderosa, que é como se os esmagasse de súbito, às vezes para toda a vida. Nunca conseguem dominá-la, mas acreditam apaixonadamente nela e toda a sua vida decorre, depois disso, como que nas últimas convulsões sob essa pedra que lhes caiu em cima e os deixou meio esmagados."

1 comentário:

  1. Li algures que se trata de um dos maiores livros sobre política.

    ResponderEliminar