terça-feira, maio 16, 2006

Top ten dos teimosos nacionais

Os maiores, nem todos por más razões, e não necessariamente por esta ordem: (sujeito a actualização)

1. José Sócrates, primeiro-ministro
2. Felipe Scolari, treinador de uma fatia da Selecção
3. Marcelo Rebelo de Sousa, professor-comentador do que lhe meterem na mesa
4. Jorge Nuno Pinto da Costa, dirigente do grande FCP
5. Manuel Maria Carrilho, político incompreendido
6. Rui Rio, Presidente da Câmara do Porto e porventura o mais sério do país
7. José António Saraiva, director do futuro semanário "Sol"
8. Souto Moura, ainda e enquanto o deixarem, procurador geral da república
9. Mário Dorminsky, visão sempre multiplicada por altura do fantas
10. Belmiro de Azevedo, que ensinou o povo a dizer OPA

3 comentários:

  1. Não confundamos teimosia com coerência, convicções, etc. Só para dar um exemplo: se Scolari fosse teimoso, não tinha mudado a equipa após o primeiro jogo com a Grécia no Euro.

    ResponderEliminar
  2. destaco o sério no ponto 6, porque lhe faltam as " "... e faz toda a diferença

    ResponderEliminar
  3. Marcelo Mendes Pinto18 maio, 2006 20:43

    Eu apostaria noutra ordem, sobretudo se se tratar de seriedade....

    ResponderEliminar